quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Regresso

O Cineclube Octopus anuncia que regressa ainda em Dezembro à exibição regular de cinema na Póvoa de Varzim. A partir de dia 19 de Dezembro, serão exibidos os dois filmes que tiveram que ser cancelados em Setembro, e a partir de Janeiro regressaremos com uma programação nova.

De salientar ainda, que devido a apenas serem exibidos 3 filmes no segundo semestre de 2013 que não serão cobradas as quotas deste semestre - quem já pagou as quotas do segundo semestre de 2013, fica automaticamente com o primeiro semestre de 2014 pago.

programação para Dezembro:
19 de Dezembro: Lore (2012) de Cate Shortland
26 de Dezembro: A Essência do Amor - To the Wonder (2012) de Terence Mallick

Lore (2012)

26 Dezembro 2013

Quinta-feira - Sessão #1211
21h45 Auditório Municipal

A Essência do Amor

 A Essência do Amor -  To the Wonder (2012)
de Terence Mallick
com Ben Affleck, Javier Bardem, Olga Kurylenko
112 min, EUA
Drama, M/12
Selecção Oficial Festival Veneza 2012
crítica: RogerEbert, Sight and Sound, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

A Essência do Amor

sinopse:
Neil e Marina conheceram-se em Paris, onde viveram uma arrebatadora história de amor. Dois anos depois, nos EUA, a paixão esmoreceu e a relação parece ter perdido o sentido. Marina vai encontrar apoio em Quintana (Javier Bardem), um padre católico que se também se sente perdido na sua relação com Deus e que, tal como ela, nunca deixou de se sentir um estrangeiro naquele lugar. Descrente e com o visto a terminar, Marina acaba por decidir partir. Com um sentimento de abandono, Neil procura conforto em Jane (Rachel McAdams), uma paixão de juventude. Porém, apesar de a relação com Jane evoluir e lhe trazer paz interior, ele sentir-se-á constantemente dividido entre este novo amor e o que perdeu… [ Público ]


19 Dezembro 2013

Quinta-feira - Sessão #1210
21h45 Auditório Municipal

Lore
 
Lore (2012)
de Cate Shortland
com Saskia Rosendahl, Nele Trebs, Ursina Lardi
109 min, Alemanha/Austrália/Reino Unido
Drama, M/16
crítica: Sight and Sound, EyeforFilm, Slant, Público

Lore

sinopse:
Alemanha, Maio de 1945. Com a morte de Hitler e a invasão do exército aliado, a queda do III Reich é iminente. Lore (Saskia Rosendahl) é uma rapariga alemã que cresceu feliz, segundo os princípios nazis. Quando os progenitores são presos, ela e os irmãos são obrigados a atravessar um país devastado pela guerra, em direcção à casa da avó materna. O seu destino vai cruzar-se com o de Thomas (Kai-Peter Malina), um jovem judeu sobrevivente a Auschwitz, que a acompanhará durante o percurso. Assim, devido a uma súbita mudança de circunstâncias, Lore vai ter de aprender a confiar em alguém que toda a vida foi ensinada a desprezar. Pelo caminho, ao mesmo tempo que vai descobrindo a verdade sobre a família e o regime onde foi educada, vai também aprender os segredos do amor e do desejo. [ Público ]

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Cineclube Octopus - trinta anos de actividade

O Cineclube Octopus celebra este mês trinta anos de actividade – apesar de neste exacto momento, a sua programação regular no auditório da Póvoa de Varzim estar suspensa, mais uma vez. O Cineclube Octopus é e continua a ser um dos mais importantes actores da vida cultural da Póvoa de Varzim. Ao longo dos seus anos de actividade contínua, garantiu a exibição de cinema de qualidade a um ritmo semanal, com projecções com a presença de realizadores e outros convidados, sessões especiais para o Correntes d’Escritas, sessões durante o verão e exibição de clássicos importantes da história do cinema. Durante anos editou o boletim mensal, com textos críticos e informação crucial sobre os filmes a exibir, e continua, na sua página na internet, a publicar informação relevante sobre os filmes que exibe semanalmente.

Graças a uma programação heterogénea e cuidada, o Octopus procura mostrar obras e filmografias variadas, contribuindo para o crescimento dos seus espectadores através do cinema. Com a exibição de documentários sobre várias temáticas, o Cineclube cumpre a sua função de divulgador do conhecimento, enriquecendo aquilo que é o saber histórico e a consciência crítica. Procura agitar pré-conceitos, submetendo os seus espectadores ao choque de perspectivas, gostos, sensibilidades e diferentes formas de ver o Mundo, contribuindo para que no fim de cada filme cada espectador saia enriquecido culturalmente. Oferecendo ao público experiências cinematográficas muito distintas, é regra mostrar os filmes vencedores dos maiores prémios de cinema e dos festivais mais conceituados. É possível ainda visionar os filmes portugueses que o cineclube faz questão de programar, para dar a conhecer o melhor do cinema português, e os diversos talentos nacionais, que não raras vezes obtêm reconhecimento internacional. Exibindo filmes com maior apelo comercial ou de maior independência artística, espera apelar ao sentido criativo, ferramenta tão fundamental tanto nas áreas artísticas como nas acções práticas do dia-a-dia de cada cidadão.

E esta capacidade, o cinema dá-a em dose redobrada quando visionado em grande ecrã, em sala. Qualquer pessoa que percebe a diferença entre ver uma reprodução do Guernica de Picasso num livro ou vê-la ao vivo, que percebe o que distingue viajar de ler revistas de viagens, ou que entende a diferença entre trocar SMS ou ter uma conversa presencial, compreenderá o que diferencia a experiência de cinema em sala ou ver filmes no sofá de casa.

E, felizmente, o Município da Póvoa de Varzim e os seus responsáveis ligados ao pelouro da Cultura percebem essa diferença e têm vindo a garantir as condições para que o Cineclube Octopus possa desempenhar o seu papel na Póvoa. No entanto, nem sempre tem sido fácil. Por um lado, a deslocação das sessões para o auditório Municipal (após o encerramento do Cinema Santa Clara) afastou imediatamente parte do público, devido à sua localização e contexto periférico em relação ao centro da cidade, que dificultam o acto social que é ir a uma sessão de Cinema. Por outro lado, os sucessivos problemas técnicos, ora de som ora de imagem, cuja reparação demorada obrigam a períodos de interregno das sessões regulares, impossibilitam assim a fidelização de novos públicos – como presentemente, em que o Cineclube se vê confrontado com a avaria do projector de película e videoprojector. Acrescem ainda as dificuldades de equilíbrio de tesouraria, motivado pela irregularidade dos apoios da Câmara Municipal, fundamentais para o normal funcionamento do Cineclube.

Esta tem sido a dura realidade de sobrevivência do Octopus nos últimos anos, só superado graças ao esforço voluntarioso de várias pessoas que têm passado pelos órgãos directivos do Cineclube, e amigos próximos. Neste percurso do cineclube, aproxima-se uma etapa decisiva, com a possibilidade de o Cineclube mudar-se para o renovado Garrett. Demasiadas vezes adiada, parece que finalmente será concluída a nova Casa da Cultura que a Póvoa tanto precisa para orgulhosamente se poder afirmar como “Cidade da Cultura e do Lazer”. Na sua prometida nova casa, o Cineclube irá com certeza ganhar novo fôlego e outras dinâmicas que permitirá chegar a mais e novos públicos.

Espera-se, que na próxima fase da vida do Octopus, diminuam as dificuldades e obstáculos para que, em parceria com o Município, o Cineclube possa cumprir o desígnio de levar a todos os poveiros novas histórias e novas imagens, que permitam aprender, sonhar, crescer e tornar os espectadores das sessões do Cineclube em cidadãos mais ricos do que aqueles que continuam a preferir ficar em casa. Existe cinema na Póvoa. É preciso que exista público interessado em que ele continue, e que este público manifeste o seu apoio, com a sua presença nas sessões do Cineclube, para este continuar a escrever a sua história como parte importante da cultura na nossa cidade.

a direcção do Cineblube Octopus

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Programação suspensa

Infelizmente o Cineclube Octopus é obrigado a suspender a exibição regular de filmes, já que não estão reunidas as condições técnicas de exibição devido a uma avaria no projector do auditório. Assim que esta questão for resolvida retomaremos a programação normal, mas entretanto como não há data prevista para a resolução do problema, temos que suspender a programação por período indeterminado. Esperamos regressar em breve.

A direcção do Cineclube Octopus

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Próximo Filme - SESSÃO CANCELADA

A exibição do filme "A Essência do Amor" (To the Wonder) dia 26 de Setembro foi cancelada por motivos técnicos alheios ao Cineclube. Dia 26 não haverá sessão, tentaremos programar o filme para uma data posterior.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

12 Setembro 2013

Quinta-feira - Sessão #1209
21h45 Auditório Municipal

À Procura de Sugar Man

À Procura de Sugar Man - Searching for Sugar Man (2012)
de Malik Bendjelloul
Documentário
86 min, Suécia/Reino Unido
vencedor Oscar Melhor Documentário 2013
crítica: NYTimes, EyeforFilm, Slant, Público,ÀPaladeWalsh

À Procura de Sugar Man

sinopse:
A história de Rodriguez: sexto filho de imigrantes mexicanos (daí o Sixto), trabalhador da construção civil, grande admirador de Leonard Cohen, Dylan e Henry Mancini, edita dois álbuns, "Cold Fact", em 1970, e "Coming From Reality", no ano seguinte. Os discos recebem boas críticas mas passam despercebidos junto ao público. Pouco depois, o músico desaparece. Entretanto, cópias dos discos chegam à Austrália e à África do Sul. Neste último país, o passa-palavra transforma-o num fenómeno que atravessa gerações. No país do apartheid, ferozmente conservador, Rodriguez torna-se uma voz de rebeldia e de esperança. 


terça-feira, 4 de junho de 2013

Programação Junho 2013

6 Junho
Ferrugem e Osso - De Rouille et D'Os
de Jacques Audiard

Ferrugem e Osso

13 Junho
Bestas do Sul Selvagem - Beasts of the Southern Wild
de Benh Zeitlin

Bestas do Sul Selvagem
 
20 Junho
A Caça - Jagten
de Thomas Vinterberg

A Caça

27 Junho
O Mentor - The Master
de P.T. Anderson

O Mentor

27 Junho 2013

Quinta-feira - Sessão #1208
21h45 Auditório Municipal

O Mentor
  
O Mentor - The Master (2012)
de P.T. Anderson
com Philip Seymour Hoffman, Joaquin Phoenix, Amy Adams
144 min, EUA
M/16, Drama
nomeado para 3 Oscares, incluindo melhor Actor, Actor secundário e Actriz secundária
vencedor Leão de Prata Festival Veneza 2012
crítica: RogerEbert, NYTimes, Sight and Sound, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

O Mentor

sinopse:
Freddie Quell (Joaquin Phoenix) é um veterano da Marinha norte-americana que regressa à Califórnia depois de anos a lutar no Pacífico, durante o período da II Guerra Mundial. Com marcas psicológicas profundas, que alteraram o seu temperamento, ele é um alcoólico viciado em sexo e com enormes dificuldades em conter um génio imprevisível e violento. Mas o fim da guerra traz também a esperança e a vontade de acreditar numa oportunidade para refazer a vida. Assim, depois alguns esforços de adaptação a esta nova sociedade, conhece Lancaster Dodd (Philip Seymour Hoffman), o carismático líder de um movimento filosófico que se auto-intitula de "A Causa". Dodd toma-o sob a sua protecção e, entre ambos, acaba por nascer uma relação muito próxima, complexa e difícil que se desenrolará durante quase uma década. Um filme dramático com argumento e realização de Paul Thomas Anderson que valeu a Joaquin Phoenix, Philip Seymour Hoffman e a Amy Adams a nomeação para Óscares nas categorias de melhores actor e actriz. [ PÚBLICO ]


20 Junho 2013

Quinta-feira - Sessão #1207
21h45 Auditório Municipal

A Caça

A Caça - Jagten (2012)
de Thomas Vinterberg
com Mads Mikkelsen, Thomas Bo Larsen, Annika Wedderkopp
115 min, Dinamarca
M/16, Drama 
vencedor 3 prémios Festival Cannes 2012, entre os quais o de Melhor Actor
crítica: Sight and Sound, TheGuardian, Variety, Público, ÀPaladeWalsh

A Caça

sinopse:
Depois de um divórcio muito complicado, a sorte de Lucas (Mads Mikkelsen) parece estar a mudar. Tem uma namorada que o compreende, um novo trabalho e está a recuperar a sua relação com Marcus, o filho adolescente. Porém, uma mentira impiedosa que se espalha por toda a comunidade vai mudar o curso da sua vida. A desconfiança abate-se sobre os que vivem na pequena vila dinamarquesa e, perseguido por todos para onde quer que vá, Lucas vai ter de encontrar maneira de provar que não é quem todos julgam ser. Com argumento e realização de Thomas Vinterberg, um filme dramático cuja forte prestação de Mads Mikkelsen lhe valeu o prémio de melhor actor na edição de 2012 do Festival de Cannes. [ PÚBLICO ]

13 Junho 2013

Quinta-feira - Sessão #1206
21h45 Auditório Municipal

Bestas do Sul Selvagem

Bestas do Sul Selvagem - Beasts of the Southern Wild (2012)
de Benh Zeitlin
com Quvenzhané Wallis, Dwight Henry, Levy Easterly
93 min, EUA
M/12, Drama
nomeado para 4 Oscares, incluindo Melhor Filme, Realizador, Argumento e Actriz
vencedor 4 prémios Festival Cannes 2012, incluindo prémio Camera D'or e prémio FIPRESCI da crítica
crítica: RogerEbert, NYTimes, TheGuardian, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

Bestas do Sul Selvagem

sinopse:
Numa comunidade esquecida e separada do mundo por um enorme dique, Hushpuppy, de seis anos, vive entregue a si mesma, num ambiente quase selvagem. Com a mãe desaparecida há muito e um pai ausente e descuidado, a pequena vê o mundo como uma frágil rede de seres que respiram, pulsam e de cujo perfeito funcionamento depende todo o Universo. Por isso, quando uma enorme tempestade faz subir as águas e submerge a aldeia e o pai descobre que tem uma doença terminal, Hushpuppy vê tudo à sua volta entrar em colapso. Desesperada por reparar a estrutura do seu mundo, salvar o pai e a sua aldeia inundada, a menina tem de aprender a sobreviver à própria custa e da solidariedade dos vizinhos. [ PÚBLICO ] 

 

segunda-feira, 3 de junho de 2013

6 Junho 2013

Quinta-feira - Sessão #1205
21h45 Auditório Municipal

Ferrugem e Osso

 Ferrugem e Osso - De Rouille et D'Os (2012)
de Jacques Audiard
com Marion Cotillard, Matthias Schonaerts, Armand Verdure
120 min, França
M/12, Drama/Romance
Selecção Oficial Festival Cannes 2012
crítica: NY Times, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

Ferrugem e Osso

sinopse:
Alain (Matthias Schoenaerts) é um homem solitário que se depara com a necessidade de cuidar sozinho de Sam, o seu filho de cinco anos. Sem emprego, decide mudar-se para casa da irmã, em Antibes, no Sul de França. Aí, consegue trabalho como segurança numa discoteca onde, por mero acaso, conhece Stéphanie (Marion Cotillard), uma bela treinadora de orcas cuja vida parece saída de um conto de fadas. Alain leva-a a casa e deixa-lhe o seu número de telefone. Uma noite, ela liga-lhe. Um acidente deixou-a paraplégica e ela sente-se completamente perdida e infeliz. Alain vai ajudá-la e, entre duas pessoas absolutamente diferentes, acaba por nascer um amor profundo e redentor. Um filme dramático sobre segundas oportunidades com argumento e realização de Jacques Audiard, o aclamado realizador de "Nos Meus Lábios" (2001), "De Tanto Bater o Meu Coração Parou" (2005) e " Um Profeta" (2009). [ PÚBLICO ]

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Programação Maio 2013

9 Maio
É o Amor
de João Canijo

É o Amor


16 Maio
Bárbara
de Christian Petzold

Bárbara

23 Maio
A Vida de Pi
de Ang Lee

A Vida de Pi

30 Maio
Django Libertado
de Quentin Tarantino

Django Libertado

30 Maio 2013

Quinta-feira - Sessão #1204
21h45 Auditório Municipal

Django Libertado

Django Libertado - Django Unchained (2012)
de Quentin Tarantino
com Jamie Foxx, Leonardo DiCaprio, Samuel L. Jackson, Christoph Waltz
141 min, EUA
M/16, Western
vencedor Oscar Melhor Argumento Original e Melhor Actor Secundário
crítica: RogerEbert, NYTimes, Sight & Sound, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

Django Libertado

sinopse:
1858. Oeste selvagem, EUA. Dr. King Schultz (Christoph Waltz), dentista e caçador de recompensas, compra o escravo Django (Jammie Foxx), que tenciona libertar em troca de um pequeno favor: ajudá-lo a encontrar, mortos ou vivos, os irmãos Brittle, conhecidos por aterrorizarem a população com os seus actos de crueldade indiscriminada. Depois de conseguido o feito, os dois acabam aliados e Schultz decide ajudar o ex-escravo a encontrar Broomhilda (Kerry Washington), a jovem esposa de quem perdeu o rasto algum tempo antes. Até que, percorrendo um longo caminho, chegam à enorme plantação do poderoso e cruel Calvin Candie (Leonardo Di Caprio), que enriqueceu à custa de trabalho escravo. Porém, para que seja possível o resgate da rapariga, eles terão de lutar, não apenas contra Candie e os seus capatazes, como também contra preconceitos profundamente enraizados. Escrito e realizado por Quentin Tarantino, uma comédia negra sobre a escravatura em jeito de "western spaghetti". [ Público ]


23 Maio 2013

Quinta-feira - Sessão #1203
21h45 Auditório Municipal

A Vida de Pi

A Vida de Pi - Life of Pi (2012)
de Ang Lee
com: Suraj Sharma, Irrfan Khan, Adil Hussain, Gérard Depardieu
127 min, EUA
M/12, Drama/Aventura
vencedor 4 Oscares, entre os quais o de Melhor Realizador
crítica: RogerEbert, Sight&Sound, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

A Vida de Pi

sinopse:
Durante toda a sua existência, o jovem Pi (Gautam Belur/Suraj Sharma/Ayush Tandon/Irrfan Khan nas várias idades) viveu na Índia, num jardim zoológico administrado pela família. Leitor voraz, alimenta a sua curiosidade com tudo o que se relacione com hinduísmo, budismo e cristianismo, assimilando e tendo a mesma fé nas três religiões. Até que a família decide mudar-se com os animais para o Canadá e o navio em que viajam naufraga. Pi inicia então a maior aventura da sua vida, dando por si à deriva num pequeno bote salva-vidas com uma hiena, uma zebra de perna partida, um orangotango e um tigre-de-bengala. Apenas Pi e o tigre sobrevivem à primeira semana. Depois, partilham o mesmo bote durante 227 longos dias no mar... Baseado no romance de Yann Martel, vencedor de um Booker Prize e publicado em mais de 40 países, "A Vida de Pi" passa agora para o grande ecrã pelas mãos do conceituado realizador Ang Lee ("O Tigre e o Dragão", "O Segredo de Brokeback Mountain", "Taking Woodstock"). [ Público ]


16 Maio 2013

Quinta-feira - Sessão #1202
21h45 Auditório Municipal

Barbara
 
Barbara (2012)
de Christian Petzold
com Nina Hoss, Ronald Zehrfeld, Rainer Bock
105 min, Alemanha
M/12, Drama
vencedor Urso de Prata no Festival de Berlim
crítica: Sight and Sound, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

Barbara

sinopse:
1980, República Democrática Alemã. A exercer medicina em Berlim, Barbara tenta arranjar um visto que lhe permita ir ao encontro de Jörg, o namorado, à Alemanha Ocidental. Após a recusa do Governo, é desterrada para um hospital de uma localidade rural, longe da capital. Enquanto Jörg tenta encontrar um plano de fuga, ela aguarda pacientemente, evitando tudo o que a possa ligar àquele lugar. Porém, com o passar do tempo, acaba por se sentir atraída por Andre (Ronald Zehrfeld), um colega particularmente caloroso que se esforça para que ela se sinta em casa. Mas, mesmo quando acaba apaixonada por ele, Barbara não consegue entregar-se totalmente, obcecada com a hipótese de ele ser um espião contratado para seguir os seus passos. Assim, à medida que Barbara se vai deixando levar pelos sentimentos que a ligam a Andre, acaba por ser forçada a tomar uma decisão que mudará, irremediavelmente, a sua vida.
Um filme do alemão Christian Petzold ("Yella", "Jerichow"), que acabou por arrecadar, em 2012, o prémio de melhor realizador no Festival de Berlim. [ PÚBLICO ]


9 Maio 2013

Quinta-feira - Sessão #1201
21h45 Auditório Municipal

É o Amor

É o Amor (2013)
de João Canijo
com Anabela Moreira, Sónia Nunes, Cassilda Pontes
135 min, Portugal
M/16, Drama
crítica: Público, ÀPaladeWalsh

É o Amor

sinopse:
Caxinas, zona piscatória de Vila do Conde. A relação entre os pescadores da zona e as suas mulheres funda-se tanto na confiança como na dependência recíproca e total para a sobrevivência. A mulher confia e depende do pescador para ganhar a vida e o pescador confia e depende da mulher para zelar pela casa e pela vida familiar. Neste filme sobre o amor, Canijo acompanha um grupo de mulheres no seu dia-a-dia. É aqui que a actriz Anabela Moreira se torna uma delas. [ Público ]


quinta-feira, 2 de maio de 2013

2 Maio de 2013

Lamentamos informar que hoje, excepcionalmente, não se realizará sessão do cineclube. As sessões regulares regressam já na próxima semana com a exibição do filme "É o Amor" de João Canijo.

É o Amor

terça-feira, 2 de abril de 2013

Programação Abril 2013

4 Abril
Holy Motors
de Léos Carax

Holy Motors
 
11 Abril
A Última Sessão (1971)
de Peter Bogdanovich

A Última Sessão

18 Abril
Amor
de Michael Haneke

Amor

25 Abril
Reality
de Matteo Garrone

Reality

25 Abril 2013

Quinta-feira - Sessão #1200
21h45 Auditório Municipal

Reality

Reality (2012)
de Matteo Garrone
com Aniello Arena, Loredana Simioli, Nando Paone
115 min, Itália
M/12, Drama
vencedor Prémio do Júri Festival Cannes
crítica: Sight and Sound, NY Times, EyeForFilm, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

Reality

sinopse:
Luciano (Aniello Arena) é um peixeiro napolitano, cuja disposição franca e alegre contagia todos à sua volta. Certo dia, pressionado pela família, decide concorrer ao Grande Fratello (versão italiana do reality show Big Brother), um dos mais célebres programas da televisão italiana. Porém o sonho de se tornar uma celebridade é de tal modo obsessivo que vai transformar toda a percepção que tem de si mesmo e de todos à sua volta... Uma comédia dramática inspirada num facto real, realizada pelo italiano Matteo Garrone, depois do sucesso internacional de "Gomorra", em 2008. Este filme, em competição na edição de 2012 do Festival de Cannes, valeu ao realizador o Prémio do Júri. [ PÚBLICO ]

18 Abril 2013

Quinta-feira - Sessão #1199
21h45 Auditório Municipal

Amor

Amor - Amour (2012)
de Michael Haneke
com Jean-Louis Trintignant, Emmanuelle Riva, Isabelle Huppert, Rita Blanco
127 min, França/Áustria
M/12, Drama
vencedor Palma de Ouro Festival Cannes
vencedor Oscar Melhor Filme Estrangeiro
crítica: RogerEbert, NY Times, Sight and Sound, Slant, Público, ÀPaladeWalsh

Amor

sinopse:
Georges e Anne são dois professores de música reformados que já passaram dos oitenta. Vivem comodamente num belo apartamento de Paris, têm uma vida cultural activa e sentem-se felizes e realizados. Até Anne ter um acidente cardiovascular. Saída do hospital, paralisada de um braço e impedida de voltar a tocar, torna-se totalmente dependente dos outros. Os dias vão passando até que todos se apercebem que a doença também lhe afectou o cérebro e que ela caminha para uma demência progressiva. E é assim que, a braços com uma situação sem retorno, eles vão ter de aprender a lidar com o medo e com a consciencialização do fim que, inexoravelmente, se aproxima. Um filme dramático sobre o amor e a velhice, realizado pelo aclamado realizador austríaco Michael Haneke. O filme, aplaudido pelo público e pela crítica no Festival de Cannes de 2012, valeu a Haneke a segunda Palma de Ouro (depois d' "O Laço Branco" em 2009) e foi o vencedor da 25.ª edição dos Prémios do Cinema Europeu, conquistando as quatro categorias principais: melhores filme, realizador, actor (Jean-Louis Trintignant, depois de uma ausência de mais de uma década) e actriz (Emmanuelle Riva). [ PÚBLICO ]


11 Abril 2013

Quinta-feira - Sessão #1198
21h45 Auditório Municipal

A Última Sessão


A Última Sessão - The Last Picture Show (1971)
de Peter Bogdanovich
com Timothy Bottoms, Jeff Bridges, Cybill Shepherd
118 min, EUA
M/12, Drama
vencedor Oscar para Melhor Actor Secundário e Melhor Actriz Secundária
crítica: RoberEbert, FilmSite, Criterion, Slant

A Última Sessão

sinopse:
Numa pequena cidade do Texas, na década de 50, um grupo de jovens enfrenta a passagem da adolescência à maturidade, marcados por uma sociedade reprimida, em mudança e onde o cinema e tudo que ele representa morre nas mãos do poder da televisão. [ cinema.sapo.pt ]


4 Abril 2013

Quinta-feira - Sessão #1197
21h45 Auditório Municipal

Holy Motors

Holy Motors (2012)
de Léos Carax
com Denis Lavant, Edith Scob, Eva Mendes, Kylie Minogue, Michel Piccoli, Leos Carax
França, 115min
M/16, Drama
Selecção Oficial Festival Cannes
nomeado para 9 prémios César (Academia Francesa)
crítica: RogerEbert, NY Times, EyeForFilm, Slant, Sight and Sound, Público, ÀPaladeWalsh

Holy Motors

sinopse:
O sr. Oscar (Denis Lavant) é um viajante e passa a sua existência entre várias vidas. Ele é um assassino, uma criatura monstruosa, um mendigo ou um pai de família. Parece desempenhar papéis, mergulhando inteiramente em cada um deles. Está só, apenas acompanhado pela mulher loira que comanda a grande máquina que o transporta entre vidas e lugares. Sabemos que anda em busca da beleza do gesto e dos fantasmas da sua vida. Mas, afinal, quem é ele e onde pertence?
Com argumento e realização do francês Leos Carax, "Holy Motors" marca o regresso do realizador 13 anos depois de "Pola X". O filme esteve em competição na 65.ª edição do Festival de Cannes onde foi recebido com estranheza, mas também entusiasmo. [ Público ]


sexta-feira, 15 de março de 2013

28 Março de 2013

Quinta-feira - Sessão #1196
21h45 Auditório Municipal

Para Roma com Amor

Para Roma com Amor - To Rome with Love (2012)
de Woody Allen
com Woody Allen, Penélope Cruz, Jesse Eisenberg, Roberto Benigni, Alec Baldwin
Comédia/Romance, M/12
112 min, EUA/Espanha/Itália
crítica: RogerEbert, Slant, Ipsilon

Para Roma com Amor

sinopse:
Roma, Itália. Quatro histórias distintas que nunca se chegam a cruzar. Numa delas, John (Alec Baldwin), um arquitecto americano de férias na Europa, conhece o jovem Jack (Jesse Eisenberg), um estudante de arquitectura que se vê envolvido num triângulo amoroso com a namorada (Greta Gerwig) e a melhor amiga desta (Ellen Page). Numa outra, um fracassado produtor de óperas (Woody Allen) viaja com a mulher para o casamento da filha (Alison Pill). Aí chegado, conhece Giancarlo (interpretado pelo famoso tenor Fabio Armiliato), o pai do noivo (Fabio Armiliato) e, ao ouvi-lo cantar no banho, fica estarrecido com a sua espantosa voz. Outra conta a situação caricata de um perfeito desconhecido (Roberto Benigni) que repentinamente e sem qualquer razão aparente, se torna numa celebridade nacional. E, por último, a história de um casal de província (Alessandro Tiberi e Alessandra Mastronardi) que chega à capital e se vê envolvido com uma bela prostituta (Penélope Cruz) e um conhecido actor de cinema. [ Público ]

21 Março 2013

Quinta-feira - Sessão #1195
21h45 Auditório Municipal

O Gebo e a Sombra

O Gebo e a Sombra (2012)
de Manoel de Oliveira
com Claudia Cardinale, Jeanne Moreau, Leonor Silveira, Ricardo Trêpa, Luís Miguel Cintra
Portugal, 95min
Drama, M/12
crítica: Slant, ÀPaladeWalsh, Ipsilon

O Gebo e a Sombra

sinopse:
Apesar de viver no limiar da pobreza, Gebo continua a sua actividade de contabilista para sustentar Doroteia, a mulher, e Sofia, a nora. A existência daquelas três pessoas é triste e monótona, girando à volta da ausência de João, o filho, que ninguém sabe onde está ou as razões por que partiu. Apesar do velho senhor tentar encontrar maneiras de aliviar o sofrimento das duas mulheres, parece que nada consegue minimizar as suas dores. Até que, sem que já ninguém o esperasse, João regressa. E é a partir daquele momento que o equilíbrio familiar, já de si frágil, se rompe, dando origem a uma catástrofe. Baseado na peça homónima de Raul Brandão (1867-1930), escrita em 1923, a mais recente obra do mestre Manoel de Oliveira é um retrato da pobreza, da honestidade e do sacrifício. [ Público ]


sexta-feira, 8 de março de 2013

14 Março de 2013

Quinta-feira - Sessão #1194
21h45 Auditório Municipal

Argo

Argo (2012)
de Ben Affleck
com Ben Affleck, Bryan Cranston, John Goodman
Drama/Thriller, M/12
120 min, EUA
vencedor Oscar Melhor Filme 2013
vencedor Oscar Melhor Argumento Adaptado 2013
crítica: RoberEbert, NY Times, EyeForFilm, Slant, Ipsilon

Argo

sinopse:
Irão, 4 de Novembro de 1979. Militares iranianos invadem a Embaixada dos EUA em Teerão, em retaliação ao apoio ao recém-deposto Xá. Antes dos militantes entrarem no edifício, o pessoal tenta destruir documentos comprometedores. Nesse dia, 52 pessoas são tomadas como reféns. Porém, no meio do caos que se instala, seis conseguem escapar, escondendo-se em casa de Ken Taylor (Victor Garber), o embaixador canadiano. Apesar da situação ser mantida em segredo pelo Governo americano - e cientes de que é apenas uma questão de tempo até todos serem capturados e mortos -, Tony Mendez (Ben Afleck), um especialista da CIA, desenvolve um plano surpreendente para os salvar: entrar no Irão como uma equipa de filmagens e retirar os diplomatas sãos e salvos. [ PÚBLICO ]