domingo, 28 de janeiro de 2018

Programação Fevereiro 2018

1 Fevereiro
de Thierry Frémaux



8 Fevereiro
O Sacrifício de Um Cervo Sagrado (2017) - The Killing of a Sacred Deer
de Yorgos Lanthimos



15 Fevereiro
Três Cartazes à Beira da Estrada (2017) - Three Billboards Outside Ebbing, Missouri
de Martin McDonagh



22 Fevereiro
de João Botelho






1 Fevereiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1392
21h45 Cine-Teatro Garrett



Lumière! A Aventura Começa (2016) Lumière ! L'aventure commence
de Thierry Frémaux
com Thierry Frémaux, Martin Scorsese, François Clerc
90min, FRA
Documetário, M/12
crítica: Público [VC], À Pala de Walsh


Depois de tomarem conhecimento do cinetoscópio – que resultava em imagens em movimento dentro de uma pequena caixa escura com um buraco por onde espreitava uma pessoa de cada vez –, Louis e Auguste Lumière entregaram-se ao estudo e aperfeiçoamento da técnica de projecção de imagens. O aparelho idealizado, a que chamaram cinematógrafo, tomou forma e foi registado em 1995. A invenção era, na verdade, a síntese de pesquisas realizadas por vários investigadores desde o início do século XIX. Depois de melhorarem a técnica do seu aparelho, empenharam-se em produzir filmes. Até que, no dia 28 de Dezembro de 1895, fizeram uma exibição pública em que apresentaram, perante um grupo de pessoas numa sala do Grand Café, no Boulevard des Capucines (Paris), um programa que incluía vários documentários e o seu famoso filme “La Sortie de l'Usine Lumière à Lyon”. Para muitos, esse foi o dia em que o cinema nasceu. Em poucos anos, estes e outros filmes dos Lumière percorreram o mundo, encantando multidões de espectadores que se acotovelavam para assistir à magia do cinema. Para este documentário, Thierry Frémaux, director do Festival de Cinema de Cannes e do Instituto Lumière, seleccionou mais de 100 obras restauradas dos Lumière, que ordenou por temas, numa homenagem à Sétima Arte e aos cinéfilos de todas as idades. PÚBLICO



8 Fevereiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1393
21h45 Cine-Teatro Garrett



O Sacrifício de Um Cervo Sagrado (2017) - The Killing of a Sacred Deer
de Yorgos Lanthimos
com Nicole KidmanColin FarrellAlicia SilverstoneRaffey Cassidy
121min, EUA/GB/IRL
Drama, Thriller, M/16
Vencedor do Prémio do melhor Argumento na edição de 2017 do Festival de Cinema de Cannes
crítica: Público [LMO], The GuardianSLANTÀ Pala de WalshNY times


Com inspiração em peças clássicas gregas, especialmente "Ifigénia em Áulide", de Eurípides, este é o quinto filme realizado a solo do também grego Yorgos Lanthimos. Ao contar a história de um cirurgião cardiovascular que se torna mentor de um adolescente órfão de pai que começa a insinuar-se cada vez mais na sua família aparentemente perfeita e o obriga a revisitar o seu passado obscuro, o filme coloca questões sobre o sacrifício e a culpa. No papel principal, como Dr. Steven Murphy, está Colin Farrell, protagonista de "A Lagosta", o filme anterior de Lanthimos e o primeiro do realizador feito em inglês. Contracena com actores como Barry Keoghan, Nicole Kidman ou Alicia Silverstone. "O Sacrifício de Um Cervo Sagrado" venceu o prémio de Melhor Argumento na edição de 2017 do Festival de Cannes. PÚBLICO



15 Fevereiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1394
21h45 Cine-Teatro Garrett



Três Cartazes à Beira da Estrada (2017) - Three Billboards Outside Ebbing, Missouri
de Martin McDonagh
com Frances McDormandWoody HarrelsonSam RockwellAbbie CornishLucas Hedges
115min, GB/EUA
Drama, M/16
crítica: Público [LMO], The GuardianSLANTÀ Pala de Walsh


Passaram-se sete meses sobre o brutal assassinato de Angela, a filha adolescente de Mildred Hayes. Inconformada com a actuação das autoridades, que parecem pouco empenhadas em encontrar o culpado, Mildred resolve chamar a atenção para o caso alugando três cartazes à entrada da cidade de Ebbing, no estado norte-americano do Missuri. As frases que publica em cada um questionam directamente a competência de William Willoughby, o chefe de polícia. Essa atitude vai desencadear uma espiral de violência na cidade, com a polícia a querer demonstrar a falsidades das acusações e Mildred a tentar a todo o custo que seja feita justiça. Uma comédia negra escrita, produzida e realizada por Martin McDonagh ("Em Bruges", "Sete Psicopatas"). O elenco inclui Frances McDormand, Woody Harrelson, Sam Rockwell, John Hawkes e Peter Dinklage. PÚBLICO


22 Fevereiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1395
21h45 Cine-Teatro Garrett



Peregrinação (2017)
de João Botelho
com Jani ZhaoCatarina WallensteinRui MorissonCláudio da Silva
110min, POR
Drama, Aventura, M/12
crítica: Público [LMO]



Nascido em Montemor-o-Velho (distrito de Coimbra), por volta de 1510, o português Fernão Mendes Pinto ficou conhecido pela obra autobiográfica "Peregrinação", em que relata uma das viagens feitas pelos portugueses ao Oriente. Em 1537, para escapar à miséria, parte para a Índia, para se juntar aos dois irmãos. Assim começam as aventuras e desventuras de um homem que, durante os 21 anos em que esteve no Oriente, foi "13 vezes cativo e 16 ou 17 vendido". Em 1558, regressa a Portugal. Depois de várias tentativas de se ver recompensado pelos serviços feitos à coroa portuguesa, acaba por desistir e estabelecer-se na Quinta de Palença (Almada), onde se dedica à escrita, entre 1569 e 1578, da obra que, várias décadas mais tarde, o tornaria famoso. O texto original, deixado à Casa Pia dos Penitentes, só viria a ser publicado em 1614, 31 anos após a sua morte, já em 1583. Apesar da publicação tardia, este livro de viagens sobre as expedições dos descobridores e conquistadores portugueses torna-se um grande sucesso por toda a Europa. Com assinatura de João Botelho ("A Corte do Norte", "Filme do Desassossego", "Os Maias"), este filme recria as aventuras contadas em "Peregrinação", de enorme importância no que se refere à memória dos tempos áureos dos Descobrimentos portugueses. Filmado na China, Japão, Índia, Malásia, Vietname e Portugal, tem o actor Cláudio da Silva como protagonista. É acompanhado no elenco por Cassiano Carneiro, Pedro Inês, Catarina Wallenstein, Maya Booth, Rui Morrison, Jani Zhao e Zia Soares, entre muitos outros. PÚBLICO


sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Programação Janeiro 2018

4 Janeiro
A Floresta das Almas Perdidas (2017)
de José Pedro Lopes



11 Janeiro
Mãe! (2017)
de Darren Aronofsky




18 Janeiro
Lucky (2017)
de John Carroll Lynch




25 Janeiro
120 Batimentos por Minuto (2017)
de Robin Campillo







25 Janeiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1391
21h45 Cine-Teatro Garrett



120 Batimentos por Minuto (2017)
de Robin Campillo
com Nahuel Pérez BiscayartArnaud ValoisAdèle Haenel
140min, FRA
Drama, M/16
Vencedor do Prémio do Júri na 70.ª edição do Festival de Cinema de Cannes
crítica: Público [LMO], The GuardianSLANTÀ Pala de WalshNY times


Paris, início da década de 1990. Um grupo de activistas esforça-se por captar a atenção da opinião pública para a epidemia de sida que, durante os últimos anos, causou a morte a milhares de pessoas pertencentes à comunidade homossexual. Face à inacção do Governo francês, que nada fez para prevenir o alastrar do VIH, alguns jovens criam o Act Up, para promover acções não-violentas em defesa da prevenção e do tratamento da doença. É neste contexto que Nathan, um jovem que se junta ao movimento, conhece Sean, um dos militantes mais fiéis e proactivos do Act Up... "120 Batimentos Por Minuto" foi o filme-sensação da 70.ª edição do Festival de Cinema de Cannes, onde recebeu o Grande Prémio do Júri. A realização fica a cargo de Robin Campillo ("Les Revenants", "Eastern Boys"), segundo um argumento seu e de Philippe Mangeot, presidente da Act Up francesa nos anos 1990. PÚBLICO




18 Janeiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1390
21h45 Cine-Teatro Garrett



Lucky (2017)
de John Carroll Lynch
com Harry Dean StantonDavid LynchRon Livingston
88min, EUA
Drama, M/14
Lucky, de 90 anos, vive numa pequena cidade do Texas (EUA). Os seus dias seguem iguais, com a constante repetição das rotinas: fuma os seus cigarros, toma o pequeno-almoço no café, faz palavras cruzadas, faz compras na mercearia e bebe um copo no bar com alguns amigos. Certo dia, cai na cozinha. Este incidente vai desencadear uma reflexão sobre toda a sua existência e a inevitável aproximação do fim... Com Harry Dean Stanton como protagonista – numa das suas últimas aparições em cinema antes da morte, a 15 de Setembro de 2017 –, um filme dramático que marca a estreia na realização do actor John Carroll Lynch. Logan Sparks e Drago Sumonja também se estreiam como argumentistas. No elenco estão mais alguns veteranos da sétima arte: Ron Livingston, Ed Begley Jr., Tom Skerritt, Beth Grant, James Darren e David Lynch, entre outros. PÚBLICO



11 Janeiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1389
21h45 Cine-Teatro Garrett



Mãe! (2017)
de Darren Aronofsky
com Jennifer LawrenceJavier BardemEd HarrisMichelle Pfeiffer
115min, EUA
Drama, Terror, M/16
Um casal vive numa casa isolada onde ele, um poeta em crise de inspiração, viveu toda a sua infância. Ela, decidida a transformar aquele lugar num lar, remodela cada espaço com amor e dedicação. Certa noite, são visitados por um estranho que diz ser médico. O marido decide acolhê-lo. Depois chega a mulher do médico e, mais tarde, os dois filhos de ambos. A presença daqueles estranhos hóspedes depressa começa a tomar conta de toda a casa, possuindo-a e deixando a proprietária com uma sensação de terror que parece ir tomando, a cada dia, proporções cada vez maiores….Seleccionada para competir no Festival de Cinema de Veneza, uma história de terror realizada por Darren Aronofsky ("O Wrestler", "Cisne Negro", “Noé”), que tem Jennifer Lawrence, Javier Bardem, Ed Harris e Michelle Pfeiffer como protagonistas. PÚBLICO




4 Janeiro 2018

Quinta-feira - Sessão #1388
21h45 Cine-Teatro Garrett

A Floresta das Almas Perdidas (2017)
de José Pedro Lopes
com Daniela LoveJorge MotaLígia Roque
71min, POR
Drama, M/16
crítica: Público [LMO], sapoMAGC7NEMA


A Floresta das Almas Perdidas é um lugar ficcional que, nesta história, se localiza numa zona fronteiriça entre Portugal e Espanha. O seu nome deve-se ao facto de ter sido o local escolhido por muitos para terminar a sua vida. Neste lugar sombrio, os destinos de Ricardo e Carolina cruzam-se. Ele é um homem destroçado que tenta encontrar o sítio exacto onde a filha se suicidou; ela, uma rapariga fascinada pelos mistérios da morte. Ao dissertarem sobre a dor e o valor da existência, estes dois estranhos acabam por criar uma intimidade inesperada…Com Daniela Love, Jorge Mota e Mafalda Banquart como protagonistas, um filme de terror que marca a estreia na realização de longa-metragem José Pedro Lopes. PÚBLICO