segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Programação Setembro 2015

3 Setembro
National Gallery
de Frederick Wiseman

National Gallery


4 Setembro
sessão ao ar livre na Praça do Carvalhido, integrado no Philantra - Festival de Arte Independente, organizado pela Cooperativa Cultural Filantrópica, e em colaboração com a Casa da Animação.



10 Setembro
Timbuktu
de Abderrahmane Sissako

Timbuktu


17 Setembro
Taxi (2015)
de Jafar Panahi

Taxi (2015) de Jafar Panahi

24 Setembro
Vocês Ainda Não Viram Nada - Vous n'Avez Encore Rien Vu (2012)
de Alain Resnais

sessão integrada no É-Aqui-in-Ócio – Festival de Teatro na Póvoa de Varzim, organizado pelo Varazim Teatro.

Vocês Ainda Não Viram Nada - Vous n'Avez Encore Rien Vu (2012) de Alain Resnais

24 Setembro 2015

Quinta-feira - Sessão #1281
21h45 Cine-Teatro Garrett

sessão integrada no É-Aqui-in-Ócio – Festival de Teatro na Póvoa de Varzim, organizado pelo Varazim Teatro.

Vocês Ainda Não Viram Nada - Vous n'Avez Encore Rien Vu (2012)

Vocês Ainda Não Viram Nada - Vous n'Avez Encore Rien Vu (2012)
de Alain Resnais
com Mathieu Amalric, Pierre Arditi, Sabine Azéma
115 min, França
M/12, Drama
crítica: Público [LMO], Público [JM], Slant, Mubi

Vocês Ainda Não Viram Nada - Vous n'Avez Encore Rien Vu (2012)

sinopse:
Antoine d'Anthac (Denis Podalydès) é um famoso dramaturgo que, após a sua morte, deixa um inesperado convite aos amigos que, em algum momento da sua carreira, participaram nas suas várias encenações da peça "Eurídice". Em testamento deixa também uma declaração em que lhes pede que orientem os actores de uma jovem companhia que espera voltar a encenar a mesma peça e que precisa de aconselhamento. Assim, à medida que eles se envolvem com os jovens actores e as suas personagens, as memórias são reavivadas e os sentimentos regressam como se o tempo jamais tivesse passado. Penúltima obra de Alain Resnais, um filme nostálgico sobre as armadilhas da memória. Conta com alguns dos mais importantes actores que, aqui, se interpretam a si mesmos. São eles Mathieu Amalric, Lambert Wilson, Michel Piccoli, Sabine Azéma, Anne Consigny, Hippolyte Girardot e Pierre Arditi. [ PÚBLICO ]

17 Setembro 2015

Quinta-feira - Sessão #1280
21h45 Cine-Teatro Garrett

Taxi (2015)

Taxi (2015)
de Jafar Panahi
com Jafar Panahi
Drama, M/12
82 min, Irão
vencedor Festival Berlim 2015
critica: Público, ÀPaladeWalsh, TheFlickeringWall

Taxi (2015) de Jafar Panahi

sinopse:
Preso pela primeira vez em Julho de 2009, Jafar Panahi teve o passaporte apreendido e foi proibido de sair do Irão. Preso novamente em Março de 2010, ficou encarcerado em Evin, Teerão, até finais de Maio, saindo sob uma fiança de 145 mil euros; em Dezembro desse mesmo ano, foi condenado a seis anos de prisão e vinte anos de proibição de filmar ou de sair do país por, alegadamente, fazer “filmes críticos do regime”. Agora, neste falso documentário que decide fazer apesar das restrições legais que lhe foram impostas, Jafar Panahi instala uma câmara dentro de um táxi e segue pelas ruas de Teerão. À medida que vai encontrando clientes e os conduz ao destino, vai encetando conversa. Os assuntos abordados vão criando uma espécie de mosaico da sociedade iraniana e abrangem vários temas, desde a política nacional, os costumes locais ou mesmo a liberdade de expressão no Cinema.
Estreado no Festival de Cinema de Berlim em Fevereiro de 2015, “Taxi” recebeu o Urso de Ouro e o prémio Fipresci (atribuído pela Federação Internacional de Críticos de Cinema). Na ausência do realizador em Berlim, impedido de sair do Irão, foi a sobrinha (que também aparece no filme) quem subiu ao palco, emocionada, perante a distinção oferecida a Jafar Panahi. [ PÚBLICO ]


10 Setembro 2015

Quinta-feira - Sessão #1280
21h45 Cine-Teatro Garrett

Timbuktu (2014)

Timbuktu (2014)
de Abderrahmane Sissako
com Pino Desperado, Abel Jafri, Toulou Kiki
97 min, França
M/14, Drama
nomeado para Oscar de Melhor Filme Estrangeiro
selecção oficial Festival de Cannes
crítica: Sight and Sound, NY Times, Slant, Público [JM], Público [LMO], ÀPaladeWalsh

Timbuktu (2014)

sinopse:
Tombuctu (também chamada de Timbuktu), no Mali, é cidade Património Mundial da UNESCO desde 1988. De pequena povoação perdida no deserto do Sara, o lugar transformou-se, ao longo dos séculos, em capital intelectual e espiritual de África, um oásis no deserto que foi despertando a atenção do mundo. Em 2012, a cidade é ocupada por um grupo islâmico liderado por Iyad Ag Ghaly. O medo e a incerteza apoderam-se daquele lugar. Por ordem dos fundamentalistas religiosos, a música, o riso, os cigarros e o futebol são banidos. As mulheres são obrigadas a usar véu e a mostrar submissão total. A cada dia surgem novas leis para serem cumpridas e a vida de cada um dos habitantes vai sendo modificada tragicamente. Não muito longe dali vive Kidane com a mulher Satima, a filha Toya e Issan, um jovem pastor de 12 anos. A existência desta família, até agora tranquila, vai alterar-se abruptamente quando Kidane é acusado de um crime… Realizado pelo mauritano Abderrahmane Sissako, um filme dramático, baseado num episódio real, que tenta denunciar a propagação do fundamentalismo. Depois da sua passagem pelo Festival de Cinema de Cannes, "Timbuktu" foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro e venceu sete prémios César. [ PÚBLICO ]

4 Setembro 2015

Sexta-feira - Sessão #1279
22h, Praça do Carvalhido

Philantra - Festival de Arte Independente

sessão ao ar livre na Praça do Carvalhido, integrado no Philantra - Festival de Arte Independente, organizado pela Cooperativa Cultural Filantrópica, e em colaboração com a Casa da Animação.

selecção de curtas-metragens:
Clandestino de Abi Feijó [8minutos]
Mi vida en tus manos de Nuno Beato [7 minutos]
Olhos do Farol de Pedro Serrazina [ 10 minutos]
Viagem a Cabo Verde de José Miguel Ribeiro [17 minutos]
O Jantar em Lisboa de André Carrilho [10 minutos]
Cândido de Zepe [7 minutos]
Kali o Pequeno Vampiro de Regina Pessoa [9 minutos]

Olhos do Farol

Kali o Pequeno Vampiro

Clandestino de Abi Feijó

3 Setembro 2015

Quinta-feira - Sessão #1278
21h45 Cine-Teatro Garrett

National Gallery (2014)

National Gallery (2014)
de Frederick Wiseman
180 min, EUA/GB
M/12, Documentário
crítica: Sight and Sound, NY Times, Slant, Público [LMO], Público [JM]

National Gallery (2014)

sinopse:
Fundada em 1824, a National Gallery é um dos mais importantes museus da Europa e um dos mais visitados do mundo. Localizado na Trafalgar Square, no centro de Londres, contém uma coleção de mais de 2.300 pinturas que datam desde a metade do século XIII até o início do século XX.
É neste cenário que o reconhecido documentarista norte-americano Frederick Wiseman ("Ballet", "A Dança - Le Ballet de L'Opera de Paris") regressa ao seu registo habitual, apresentando um documentário que transporta o espectador aos bastidores do museu, onde pode ser percebida a forma como tudo funciona, desde as relações com o exterior aos funcionários que o integram, sem esquecer o público que, ao longo de todo o ano, o percorre... [ PÚBLICO ]