sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Mailing List

Para subscrever a mailing list do Cineclube Octopus e receber mensagens com as últimas novidades da programação, sobre alterações de datas ou sobre sessões/eventos especiais, por favor envie um email para associacao@octopus.hojenet.pt com o assunto "lista octopus" e o seu nome e email.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Programação Dezembro 2007

6 Dezembro
A ponte - The bridge
de Eric Steel



13 Dezembro
2 Dias em Paris - 2 Days in Paris
de Julie Delpy


20 Dezembro
Vitus
de Fredi M. Murer




27 Dezembro
Fay Grim
de Hal Hartley

27 Dezembro

Quinta-feira - Sessão #996
21h45 Auditório Municipal

Fay Grim
de Hal Hartley (Henry Fool, Amateur, Flirt)
com Parker Posey, Jeff Goldblum, Leo Fitzpatrick
118 min, EUA
http://www.faygrimfilm.com/
crítica: Roger Ebert, NY Times, A.V. Club, Slant, Cinema2000


Sinopse:
Fay Grim, mãe solteira receia que o seu filho de 14 anos, Ned cresça e se torne cada vez parecido com o seu pai, Henry, desaparecido há 7 anos.
O irmão de Fay, Simon, está a cumprir uma pena de prisão de 10 anos por ter ajudado Henry a fugir à lei. No silêncio da sua cela, Simon teve tempo para pensar nos tumultuosos anos em que Henry esteve entre eles. Ele suspeita agora que Henry não era o homem que parecia ser e as suas suspeitas confirmam-se quando a CIA pede a Fay que se desloque a Paris para recuperar os bens de Henry. A sua missão acaba por se transformar num emaranhado que arrasta a para o mundo da espionagem internacional. [ www.7arte.net ]


20 Dezembro

Quinta-feira -Sessão #995
21h45 Auditório Municipal

Vitus
de Fredi M. Murer
com Fabrizio Borsani, Teo Gheorghiu, Julika Jenkins, Urs Jucker
120 min, Suiça
http://www.sonyclassics.com/vitus
Vencedor Swiss Film Prize 2007, Selecção Oficial Festival Berlim 2006
crítica: Variety, NY Times, Reel.com, Cinema2000

Sinopse:
Vitus é um rapaz que quase parecer ser de outro planeta: tem um ouvido de morcego, toca piano como um virtuoso e estuda enciclopédias desde os 5 anos. Não admira que os seus pais comecem a antecipar-lhe um futuro brilhante. Contudo, o pequeno génio prefere brincar na oficina excêntrica do avô. O sonho dele é voar e ter uma infância normal. Por fim, com um salto dramático, Vitus ganha o controlo da sua própria vida… [ http://www.7arte.net/ ]


13 Dezembro

Quinta-feira -Sessão #994
21h45 Auditório Municipal

2 Dias em Paris - 2 Days in Paris
de Julie Delpy
com Julie Delpy, Adam Goldberg
96 min, França
http://www.2daysinparisthefilm.com/
crítica: Roger Ebert, The Guardian, NY Times, Slant, A.V. Club, Cinema2000



Sinopse:
Marion é uma fotógrafa francesa. Jack é um desenhador de interiores americano. Marion e Jack vivem juntos em Nova Iorque mas a relação entre os dois já viu dias melhores. Após umas férias falhadas em Veneza decidem passar dois dias em Paris antes de regressarem aos Estados Unidos. Afinal, não há cidade melhor que Paris para reacender um romance. [ http://www.cinema2000.pt/ ]





6 Dezembro

Quinta-feira -Sessão #993
21h45 Auditório Municipal

A Ponte - The Bridge
de Eric Steel
93 min, EUA
http://www.thebridge-themovie.com/
crítica: Roger Ebert, Eye for Film, NY Times, San Francisco Chronicle, A.V. Club, Cinema2000
artigo sobre suicídios na Golden Gate Bridge, na revista New Yorker: Jumpers

Sinopse:
Muitas pessoas optam por pôr termo à vida na Golden Gate Bridge mais do que em qualquer outro local no mundo. O concreto número de mortes nesse local é chocante mas talvez de forma alguma surpreendente. Se alguém se quiser suicidar, existe uma estranha lógica em seleccionar uma forma que é quase sempre fatal e um local que é mágico, misteriosamente belo.

O realizador e equipa de filmagem passaram o ano todo de 2004, um ano inteiro, a olhar cuidadosamente para a Golden Gate Bridge com câmaras ligadas durante todo o dia, a filmar a maior parte dos vinte e quatro suicídios e muitos outros que resultaram em tentativas falhadas. Adicionalmente o realizador captou quase 100 horas de entrevistas incrivelmente francas, profundamente pessoais e muitas delas tocantes, com as famílias e amigos destes suicidas, com testemunhas que estavam a caminhar, a andar de bicicleta, a conduzir na ponte, a surfar, a fazer Kiteboarding ou a andar de barco por baixo da ponte, e também com muitos de outros suicidas.

“A PONTE” oferece reflexos sobre os mais obscuros e possivelmente mais impenetráveis pontos da mente humana. Os destinos destas 24 pessoas estão ligadas pela ponte e por uma queda de 4 segundos, mas as suas vidas parecem ter seguido por caminhos paralelos.

Por detrás destas histórias aparece a Golden Gate Bridge, um monumento que reflecte as nossas maiores aspirações e o pior da nossa natureza. Não estamos confortáveis com a triste realidade que o suicídio nos força a enfrentar. Preferimos não ver as pessoas com perturbações mentais; preferíamos que os suicídios fossem invisíveis – ou pelo menos que fossem realizados discretamente em casas de banho de hotéis, celeiros, dormitórios ou armários.

“A PONTE” é um documentário alarmantemente profundo e poético, uma jornada visual e visceral por um dos tabus mais graves da vida. [ http://www.7arte.net/ ]